Rodrigo Santiago

Tudo sobre minha mãe

In Ficção on 12, abril, 2007 at 20:49

Assisti recentement a “Tudo sobre minha mãe”, do Almodóvar. Resumidamente, o que tenho a dizer é: nossa, que filme desgraçado de bom! É o primeiro filme dele a que assisto, já tive oportunidade de ver este e outros filmes dele, mas nestas oportunidade não me senti preparado para assistir. É um tipo de filme que gosto: sobre pessoas reais, com suas fraquezes e seus pontos fortes. Todos são humanos. Almodóvar traz os “freaks” do underground para o “mundo real”, e os mostra como seres humanos, com dúvidas e problemas como qualquer pessoa dita normal. E ao mesmo tempo que faz isso, mostra como pessoas “normais” têm atitudes consideradas anormais pelos outros. Não utiliza rótulos ou estereótipos para definir a personalidade das personagens, uma das principais falhas de muitos cineastas. É um filme bonito, em que tudo funciona. A fotografia é fantástica, a direção de arte intensa (cores fortes, vibrantes), muito bem dirigido e um elenco que dispensa comentários. Foi uma excelente porta de entrada na filmografia de Almodóvar.

Um belo momento de introspecção da personagem principal. A trilha sonora é fundamental.

  1. Ainda aprendo a falar de cinema assim. 🙂

    Essa cena é minha preferida. Linda demais.

  2. Quando assistimos ao filme, não tinha eleito uma cena preferida. Mas quando assisti a essa no youtube, – bam – eleita na hora como preferida. E me deu vontade de assistir ao filme de novo. São poucos os filmes que me dão essa gana de querer ver de novo em tão curto espaço de tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: